Raineri Spohr

Raineri Spohr é um dos músicos mais premiados na atualidade da música nativista. O cantor de Dom Pedrito começou sua carreira musical cantando em festivais amadores aos 13 anos. Em 1998, a Gauderiada da Canção Gaúcha em Rosário do Sul, foi a sua primeira participação em festivais profissionais. Desde então, é nome atuante nos principais eventos da música nativista do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.
Raineri destaca-se na música regional gaúcha por ser um intérprete com timbre e potencial de voz forte, diferenciado e dicção clara, o que lhe rendeu inúmeras premiações de melhor intérprete nos mais importantes festivais do sul brasileiro.
Possui parcerias registradas com grandes nomes da nossa música como Edilberto Bérgamo, Xirú Antunes, João Sampaio, Guilherme Collares, Jarí Terres, Joca Martins, Lucio Yanel, Robledo Martins, Marcelo Oliveira, Júlio Froz, Cristian Davesack, Ricardo Martins, Zeca Alves, Diogo Corrêa, Rui Carlos Ávila, Luis Clovis Girard, Marcio Nunes Correa, Fábio Peralta, Eduardo Soares, Zé Renato Daudt, Fabrício Harden, Egbert Parada, Rodrigo Maia, Maykell Paiva, Eron Vaz Mattos, Pirisca Grecco, Luiz Marenco, entre outros.
Cursou dois anos da faculdade de música na UFPel, Bacharelado em Canto. Em 2009, representou o Brasil no festival Orija del lago, no Uruguai. Neste mesmo ano, juntamente com a ONG Anjos e Querubins da cidade de Pelotas, apresentou-se em uma sequência de eventos realizados no Rio de Janeiro, no Morro do Alemão, com o projeto Bate-Lata, onde Raineri representou a música nativista do RS.
Possui diversas participações em discos de artistas gaúchos como João Sampaio, Maykell Paiva, Fabrício Marques, Tiago Machado, Rodrigo Tavares, Hélvio Casalinho, Marcio Nunes Correia, Fabiano Bacchieri, Eduardo Muñoz, João Bosco Ayala além de mais de 200 músicas gravadas em CDs de festivais.
Atuou como jurado nos festivais Levante da Canção, Sapecada de Lages, Ponche Verde da Canção, Vertente Estudantil, Seiva da Terra e Manoca do Canto Gaúcho.
Em 2009 lançou seu primeiro trabalho fonográfico, Por campo e galpões, com composições de sua autoria em parceria com grandes poetas e compositores do cenário musical nativista e a música de trabalho deste material, Despachando a trote largo, teve grande destaque nas rádios do estado, estando entre as mais tocadas em alguns destes veículos.
No final de 2012, veio o álbum Um Certo Sul, que acabou de firmar o artista como compositor e intérprete de destaque no cenário da música nativista.
Em 2012, foi indicado ao prêmio Vitor Mateus Teixeira, (Teixerinha), como melhor cantor do ano, oferecido pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul.

SOCIAL
Compartilhe

Contatos

Telefone:
(53) 9713-3112
(55) 9983-3465

E-mail:
producaorainerigmail.com

Parceiros