Letra da música
Gaitinha Mimosa
Berenice Azambuja

LP Gauchinha Faceira (1976)


Esta minha gaita velha toda cheia de remendo
Não alugo e não empresto morro de velho e não vendo

Quando chego nos fandangos abro a gaita e já viajo
Saio tocando a vaneira puxando a minha oito baixo

Todo mundo esta notando que ela está desafinada
Torniquete não tem mais e as palhetas estão quebradas

(vai te espichando gaita velha)

A gaita do tempo antigo causou muito sofrimento
Já fiz muita prenda linda desmanchar seu casamento

No dia que eu morrer me faça um favor buenacho
Eu quero um caixão bem grande pra levar minha oito baixo

(É verdade meus amigos, eu não me separo da minha oito baixo
Nem na hora da morte)


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

PRENDA: Jóia, relíquia, presente (dádiva) de valor; em sentido figurado, é a moça gaúcha porque ela é jóia do gaúcho.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) esta minha gaita velha toda cheia de remendo não alugo e não empresto morro de velho e não vendo quando chego nos fandangos abro a gaita e já viajo saio tocando a vaneira puxando a minha oito baixo
Gauchinha Faceira de Berenice Azambuja

Com uma trajetória de sucesso Berenice Azambuja em seu LP Gauchinha Faceira, lançado em 1976, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Berenice Azambuja.

Parceiros