Letra da música
À Luz Da Lamparina
Valdomiro Maicá

CD Pra Que Saibam Quem Eu Sou (2008)


(Sadi Ribeiro/Valdomiro Maicá)

dos antigos galpões de fazenda
ou das simples e toscas moradas
tu sumiste, qual um desertor
que relega o som da claridade
me deixou à mercê de outra luz
sem calor quando faz claridade
saibas tu que o pavio que levaste
embebeu-se na minha saudade

lamparina largando fumaça
negritando os caibros da sala
dando vida aos acordes da gaita
que, na noite, parece que fala
traz de volta plangentes gemidos
que se ouvia em antigas senzalas

nos galpões de remanso costeiro
refletias no olhar das meninas
toda vez que se apaga um fogão
tu acendes em minha retina
só quem sabe porque foste embora
vai buscar-te pra uma nova vida
teus segredos clavados na alma
dão mais vida pra vida sentida

lamparina largando fumaça...

Compartilhe

(letra e música para ouvir) (Sadi Ribeiro/Valdomiro Maicá) dos antigos galpões de fazenda ou das simples e toscas moradas
Pra Que Saibam Quem Eu Sou de Valdomiro Maicá

Com uma trajetória de sucesso Valdomiro Maicá em seu CD Pra Que Saibam Quem Eu Sou, lançado em 2008, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Valdomiro Maicá.

Parceiros