Letra da música
Bailanta Galponeira
Chiquito e Bordoneio

CD Conquistando Espaço (2002)


Esta música está disponível para ouvir

Eu fui criado na campanha
Nesta tal lida campeira
Por isso conheço as manhas
Da bailanta galponeira
E quando eu acerto o passo
Sou sinuelo a noite inteira
A prenda sente meu braço
No balanço da vaneira

E vai ser com esta vaneira
Tocada em fundo de campo
Que eu vou tenteando
As mondongueiras
Só no volteio do tranco
Pra impressionar minha estrela
Doma dessa alma campeira
Com olhos de pirilampo
Não dô folga a noite inteira

Aprumando um gineteio
Mostro o riscado no pé
Ginga de corpo e floreio
Me sobra no arrasta pé
Sou escolado em sarandeio
Nos braços de uma "muié"
E faço parar o rodeio
E danço tudo o que vier


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

SINUELO: Um ou mais animais mansos que servem de guia à tropa.

PRENDA: Jóia, relíquia, presente (dádiva) de valor; em sentido figurado, é a moça gaúcha porque ela é jóia do gaúcho.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Eu fui criado na campanha Nesta tal lida campeira Por isso conheço as manhas Da bailanta galponeira
Conquistando Espaço de Chiquito e Bordoneio

Com uma trajetória de sucesso Chiquito e Bordoneio em seu CD Conquistando Espaço, lançado em 2002, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Chiquito e Bordoneio.

Parceiros