Letra da música
Bagual da Madrugada
Elton Saldanha

CD Amor Campeiro (2001)


Esta música está disponível para ouvir

Não tem medo de peleia, sangue de loco nas veia
Enfrenta até o tinhoso
Tem estampa de galã, primo-irmão do don Juan
Com fama de carinhoso.
Anda sempre bem becado, de cabelo aparado
Água de cheiro importada.
Ele é o rei da conquista já 'tá com fama de artista
O bagual da madrugada.

Ele é o bagual da madrugada
Ele é a esperança das mulheres mal amadas.
Ele é o bagual da madrugada
Entra na fila guria
Que eu tô com a agenda lotada.

Não dura muito o cambicho, passa em tudo que é bolicho
Procurando nova presa.
Tapa a china de carinho, disfarça e sai de mansinho
E às "vez" nem paga a despesa.
Vira a noite do avesso, de celular e endereço
Tem uma agenda lotada.
Vai recorrendo o espinhel, diz que já nasceu com mel
Ele é o bagual da madrugada.

Ele sabe tudo dessa psicologia de buteco e de paixão
Olha que eu passei por isso, deixa que eu curo o
Feitiço dessa tua solidão.
Tu pode contar comigo eu vou te mandar
Um livro pra curar a tua dor.
E não tem de "cosa" e "losa" se tu precisar das "cosa"...
Hoje eu te tapo de amor.

Entra na fila guria, que eu tô com a agenda lotada.
Entra na fila guria, minha agendinha 'tá lotada.
Entra na fila guria, se não tu não arruma nada.
Entra na fila guria, do bagual da madrugada


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

BAGUAL: excelente, bom, ótimo ou cavalo xucro

CHINA: Mulher mameluca (primeira companheira do gaúcho).

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Não tem medo de peleia, sangue de loco nas veia Enfrenta até o tinhoso Tem estampa de galã, primo-irmão do don Juan Com fama de carinhoso.
Amor Campeiro de Elton Saldanha

Com uma trajetória de sucesso Elton Saldanha em seu CD Amor Campeiro, lançado em 2001, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Elton Saldanha.

Parceiros