Letra da música
A Vida Pela Voz de um Cantador
Júlio Saldanha

CD Edição Especial (0)


Esta música está disponível para ouvir

Tu talvez nem note
Pois passou a trote
O que aconteceu
A vertente dágua
Lá do monjolinho
Hoje não verteu
Pode até ser pouco
No rítmo louco
Desse mundo teu
Mas a sapaiada
Que alí cantava
Hoje emudeceu

Da vertente a foz
É um caminho longo
Eu tento te explicar
Se te encanta o rio
Quando explendoroso
Chega até o mar
Venha ver a forma
Do nascer primeiro
Passe devagar
Pois existe a vida
Antes que um rio
Pegue a se alargar

Faz pouco sentido
Para o teu ouvido sintetizador
O cantar baixinho
Do caudau pequeno
Manancial em flor
Lá tudo começa
Quando a vida brota em seu interior
Ou não vale a pena
Eu dizer nos versos
Ou ser cantador


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

VERTENTE: Lugar de onde verte água.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Tu talvez nem note pois passou a trote o que aconteceu a vertente dágua

Parceiros