Letra da música
Acalantos
Ramão Missioneiro

CD Quando Canta Um Missioneiro (2010)


Fim de tarde, mês de agosto
na costa do ibirapuitã,
vem de bando a passarada
pra copada do tarumã
eu me vou para o rancho
na espera do amanhã
no aconchego de um catre
e um velho pala de lã.

só peço ao patrão do céu
que não falte a este peão
essência de campo e mato
e o aconchego de um galpão.

antes de cantar o galo
já me boto em prontidão
passo uma água na fuça
e atiço o fogo de chão.
recosto a cambona tisnada
no brasedo do tição
pra logo cevar meu mate
e dar rédeas ao coração.

"inda" meio "lusco fusco"
me espera o compromisso
faço de tudo na estância
lidando com todo o viço.
a tardinha volto ao rancho
dos encantos e feitiço
pra acalantar minha alma
depois de pronto o serviço.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Fim de tarde, mês de agosto na costa do ibirapuitã, vem de bando a passarada pra copada do tarumã
Quando Canta Um Missioneiro de Ramão Missioneiro

Com uma trajetória de sucesso Ramão Missioneiro em seu CD Quando Canta Um Missioneiro, lançado em 2010, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Ramão Missioneiro.

Parceiros