Letra da música
Baile Da Mariquinha
Wilson Paim

CD Páginas Gaúchas (2000)


Às vezes vou me lembrando
do baile da mariquinha
do xote velho largado
e da rancheira que vinha

do café de chaleira
que a cumadre me servia
farofa e feijão mexido
com uma quarta de farinha

a melhor coisa do mundo é
o baile da mariquinha

chegava os fins de semana
sábado de manhãzinha
dava aquele reboliço
mexerico de vizinha

as velhas batiam guizo
as moças lá na cozinha
vai botá um vestido novo juracema
presente da tua madrinha

todo mundo se aprumava
pro baile da mariquinha

os convidados do baile
(que baile tchê?)
do baile da mariquinha
uns à pé e de à cavalo
outros de carreta vinha

e começavam a dançar
gente grande pequenina
ferravam na meia canha
com trovas e ladainhas

muito casamento deu
no baile da mariquinha

a segurança do baile
era de primeira linha
tinha o zapa no comando
e na copa o bijuquinha

e se estourasse a peleia
o tio zapa atendia
tirava a indiada lá prá fora
e no tapa resolvia

e a alegria continuava
no baile da mariquinha.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Às vezes vou me lembrando do baile da mariquinha do xote velho largado e da rancheira que vinha
Páginas Gaúchas de Wilson Paim

Com uma trajetória de sucesso Wilson Paim em seu CD Páginas Gaúchas, lançado em 2000, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Wilson Paim.

Parceiros