Letra da música
Ainda Existe Um Lugar
Wilson Paim

CD Nos Festivais Vol. 1 (COLETÂNEA) (2000)


Venha sentir a paz que existe aqui nos campos
O ar é puro e a violência não chegou
O céu bem limpo e muito verde pela frente
Uma vertente que não se contaminou

Pela manhã o sol nascente vem sorrindo
E os passarinhos cantam hinos no pomar
O chimarrão tem um sabor de esperança
E a criança traz um futuro no olhar

De tardezita tem os banhos no riacho
Jogo de truco junto á sombra do galpão
Uma purinha que faz rima contra o mate
E o cão que late contra o guacho no oitão

O anoitecer nos apresenta mais estrelas
Entre o silêncio que dá paz para o luar
De vez em quando um cometa incandescente
Se faz presente pra um pedido repontar

Aqui a verdade ainda reside em cada alma
Se aperta firme quando alguém estende a mão
Se dá exemplo de amor fraternidade
Aos da cidade que nem sabem pra onde vão


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

VERTENTE: Lugar de onde verte água.

MASTRUCO: Grosso, sem educação.

GUACHO: Animal órfão e criado sem mãe.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Venha sentir a paz que existe aqui nos campos o ar é puro e a violência não chegou o céu bem limpo e muito verde pela frente uma vertente que não se contaminou
Nos Festivais Vol. 1 (COLETÂNEA) de Wilson Paim

Com uma trajetória de sucesso Wilson Paim em seu CD Nos Festivais Vol. 1 (COLETÂNEA), lançado em 2000, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Wilson Paim.

Parceiros