Letra da música
Mula Preta
Gildo de Freitas

LP O Desafio do Padre e o Trovador (1966)


Esta música está disponível para ouvir

Há três coisas em meu poder que eu não vendo pra ninguém
Eu tenho uma mula preta que poucos gaúcho tem
Eu tenho a minha chinoca que eu estimo e quero bem
E tenho a minha acordeona que quando toco apaixona
Certas chinoca de alguém

Por causa dessas três coisas tudo no mundo eu arrisco
A china por que se assanha quando declara eu belisco
A mula é lá de Alegrete que eu ganhei do seu Francisco
E quem achar que é boato querendo ver seu retrato olhe
Na capa do disco

Ela é preta bico branco tem sete palmo de altura
Minha gaita é Todeschini sempre alegria procura
E a chinoca que eu tenho foi criada sem pintura
É linda minha chinoca que até no andar provoca o olhar
Das criatura

Mas provoca sem querer não é que tenha esperteza
É que de longe se vê toda sua boniteza
De mim da mula e da gaita a chinoca é a princesa
Sou feliz com estas três coisa com a gaita a mula e
Esposa completei minha riqueza.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Há três coisas em meu poder que eu não vendo pra Ninguém Eu tenho uma mula preta que poucos gaúcho tem Eu tenho a minha chinoca que eu estimo e quero bem
O Desafio do Padre e o Trovador de Gildo de Freitas

Com uma trajetória de sucesso Gildo de Freitas em seu LP O Desafio do Padre e o Trovador, lançado em 1966, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Gildo de Freitas.

Parceiros