Letra da música
Baile de Respeito
Gildo de Freitas

LP O Trovador dos Pampas Vida de Camponês (1965)


Esta música está disponível para ouvir

Eu fui num baile
Donde tava o Teixeirinha
Já criando ladainha
Cheguei arrastando a espora
Preguei-lhe o grito
Hoje o baile tem respeito
E Olhei firme pro sujeito
E já se mandou porta afora
(-E vai te mandando nanico
Petiço da perna curta
Têm que largar primeiro)

Foi coisa linda
O Teixeira disparando
O lenço branco avoando
E as velhas gritando atrás
E as prendinhas ficaram
Agarrada em mim
Cantando e dizendo assim
Aquele não volta mais

(-Se voltar é pior pra ti)

Aquelas velhas gritaram
No mesmo tom
O comedor de batom
Com esse susto ele se ajeita
A minha filha da comadre e da vizinha
Não que mais o Teixeirinha
Só querem o Gildo de Freitas

(-E tá muito certo meninas
Vocês não tem mau gosto
Eu sou bonito mesmo)

Com aquele ato
Eu fiquei dono do campinho
Todo cheio de carinho
E era aquele troca e pega
E foi assim que eu dancei a noite inteira
Enquanto o pobre Teixeira
Chorava lá na macega

(-Pobre vivente, chorava mais que criança molhada)

Aquele baile eu dancei barbaridade
Me diverti a vontade até o dia clarear
Se levasse junto a Mary Terezinha
Eu creio que a coitadinha também ficasse por lá

(-E essa eu não te entregava mais)


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

TAVA: O osso do jogo-do-osso.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Eu fui num baile Donde tava o Teixeirinha Já criando ladainha Cheguei arrastando a espora
O Trovador dos Pampas Vida de Camponês de Gildo de Freitas

Com uma trajetória de sucesso Gildo de Freitas em seu LP O Trovador dos Pampas Vida de Camponês, lançado em 1965, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Gildo de Freitas.

Parceiros