Letra da música
A Uma Tropilha Veiaca
Cesar Oliveira e Rogério Melo

CD O Campo (ao vivo) CD e DVD (2008)


Esta música está disponível para ouvir

Inté parece que o chão vem se abrindo aos poucos quando esses loucos se entropilham na invernada
E vem roncando marcando a casco este pampa mostrando a estampa topete e cola aparada
Zainos, tordilhos, gateados baios e mouros pingos de estouro que se aporrearam por malos
Negando o estribo ao índio que joga a sorte de encontra a morte no lombo desses cavalos
É das baguala esta tropilha que eu canto e lhes garanto não hay eguada mais dura
Um querosena da marca de dom reinaldo deixa arrepiada a mais taura das criaturas

(quem tem coragem força na perna e destreza sente firmeza quando um sotreta se atora
Porque um veiaco da tropilha da floresta enruga a testa no guasca que calça a espora)

Esta tropilha é conhecida por veiaca pra maritacas e rebenques não se entrega
De ponta a ponta cruza o meu pago sagrado com o lombo arcado dando coice nas macegas
Eguedo quebra se entona soprando as ventas porque sustenta mil marcas entreveradas
Pois o destino do flete que não se amansa deixa lembranças numa tropilha aporreada
Pingos de fama pato preto e chacarera moura, cruzeira, reboldosa e temporal
São entre outros malevas que escondem o rastro em pêlo e basto seja argentino ou oriental
Por isso aonde um cincerro bater mais forte e o vento norte assoviar junto das frestas
Andarão soltos na fumaça do entrevero os caborteiros da tropilha da floresta
Andarão soltos na fumaça do entrevero os caborteiros da tropilha da floresta


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

PAMPA: Descampados cobertos de vegetação rasteira onde a vista se estende ao longe; compreende desde a Província da Pampa Austral, ao sul de Buenos Aires (Argentina) até os limites do RGS com o Estado de Stª Catarina (Brasil).

ESTOURO: Dispersão de tropa em todas as direções.

TROPILHA: Coletivo de cavalos.

TAURA: Vivente que se pode recomendar.

SOTRETA: Vivente tolo e covarde (vil e ruim), ordinário e velhaco.

GUASCA: Tira de couro cru; também designa pênis de gaúcho, ou gaúcho rude e rústico.

PAGO: Lugar em que se nasce, de origem

COICE: Tem dois sentidos: Patada violenta de um animal; ou, a 1ª junta de bois cangados.

FLETE: Cavalo bom e ligeiro, de tiro longo.

PÊLO: Pelagem (cor dos pêlos) de animais.

BASTO: Tipo de arreio.

ENTREVERO: Mistura e confusão de pessoas, animais ou coisas.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Inté parece que o chão vem se abrindo aos poucos quando esses loucos se entropilham na invernada E vem roncando marcando a casco este pampa mostrando a estampa topete e cola aparada Zainos, tordilhos, gateados baios e mouros pingos de estouro que se aporrearam por malos Negando o estribo ao índio que joga a sorte de encontra a morte no lombo desses cavalos
O Campo (ao vivo) CD e DVD de Cesar Oliveira e Rogério Melo

Com uma trajetória de sucesso Cesar Oliveira e Rogério Melo em seu CD O Campo (ao vivo) CD e DVD, lançado em 2008, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Cesar Oliveira e Rogério Melo.

Parceiros