Letra da música
A Largura da Bombacha
Mano Lima

CD Mbororiano, Rio Grandense e Brasileiro (2020)


A bombacha nos integra,
Não pode nos separar,
Mais importante que a regra
É saber como aplicar.

Tendo a cintura abotoada
E o punho no calcanhar,
Uma bombacha moldada,
Solta ou mais apertada,
Não pode nos separar.

(Por isso, penso e repenso,
Que a cultura não se taxa,
No comprimento do lenço,
Na largura da bombacha.) Bis

Mais larga subindo a serra,
Mais justa lá na fronteira,
Encarde com a mesma terra,
Desfralda a mesma bandeira.

Com tanta coisa faltando,
Nem mesmo o rumo se acha,
Enquanto eu vou procurando,
Tem gente se preocupando,
Com a largura da bombacha.

Enquanto o jovem se ausenta
Dos bailes, da tradição,
O CTG não se aguenta
E a conta fecha o salão.

Nosso artista se esborracha,
Precisa trocar de chão,
Têm coisas que não se encaixa,
E a largura da bombacha
Não é o problema em questão.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

BOMBACHA: Calça-larga abotoada na canela do gaúcho

Compartilhe

(letra e música para ouvir) A bombacha nos integra, Não pode nos separar, Mais importante que a regra É saber como aplicar.
Mbororiano, Rio Grandense e Brasileiro de Mano Lima

Com uma trajetória de sucesso Mano Lima em seu CD Mbororiano, Rio Grandense e Brasileiro, lançado em 2020, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Mano Lima.

Parceiros