Letra da música
Cantiga de Ronda
José Claudio Machado

LP Fletes e Amores (1988)


Nesta constancia constante da vida tropeira
Tropa estendida n várzea pastando luar
Faz me lembrar de uma feita num quarto de ronda
Quando eu cantava em silencio pra o gado escutar

Nessa cadencia sofrida o taura genuíno
Segue num tranco arrastado pelo corredor
O gado parece que sente na voz do tropeiro
Um outro mugido de penas fazendo fiador.

Quantos invejam a vida do homem do campo
Quantos recordam tropeadas sem nunca tropear
Esse atavismo dormindo na lama da gente
Precisa sentir uma ronda pra se libertar.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

RONDA: Ação de vigilância.

TAURA: Vivente que se pode recomendar.

TRANCO: Andadura lenta dos eguariços.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Nesta constancia constante da vida tropeira Tropa estendida n várzea pastando luar Faz me lembrar de uma feita num quarto de ronda Quando eu cantava em silencio pra o gado escutar
Fletes e Amores de José Claudio Machado

Com uma trajetória de sucesso José Claudio Machado em seu LP Fletes e Amores, lançado em 1988, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de José Claudio Machado.

Parceiros