Letra da música
Aventuras do Coló
Velho Milongueiro

LP Paizinho da Mãe (1989)


Eu tenho um cachorrinho
Que ganhei da minha avó
Pretinho, lanudinho
Tem o nome de coló!

Deram pra ele feijoada com jiló
Essa mistura danada deu colite no coló -
Foi brincadeira o que o bichinho sofreu
Eu não pude descobrir a onde o coló comeu.
A onde o coló comeu, a onde o coló comeu,
Eu não pude descobrir a onde o coló comeu.

Um outro dia ele veio se lambendo
E eu tentei descobrir a onde ele andou comendo;
Não descobri nem por nada deste mundo
Se o coló comeu na frente, ou se o coló comeu no fundo.
Se o coló comeu na frente, se o coló comeu na fundo,
Eu não pude descobrir nem por nada deste mundo.

Chegou em casa numa disparada louca
Com a asa de um pintinho atravessado na boca -
Eu peguei ele, dei uma surra de cinto
Mas não pode descobrir onde coló comeu pinto.
Onde coló comeu pinto, onde coló comeu pinto,
Eu não pude descobrir onde coló comeu pinto.

Ainda hoje dei uma flagra no coló
Comendo ovo no ninho da galinha carijó
Mas isso nunca vai acontecer de novo,
Agora já descobri onde o coló comeu ovo.
Onde o coló comeu ovo, onde o coló comeu ovo.
Agora já descobri onde o coló comeu ovo.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

CARIJÓ: Diz-se da ave pedrez.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Eu tenho um cachorrinho Que ganhei da minha avó Pretinho, lanudinho Tem o nome de coló!
Paizinho da Mãe de Velho Milongueiro

Com uma trajetória de sucesso Velho Milongueiro em seu LP Paizinho da Mãe, lançado em 1989, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Velho Milongueiro.

Parceiros