Letra da música
Batendo Caco - Na Levada do Fole
Os Serranos

DVD Jeito de Galpão (2017)


Esta música está disponível para ouvir

"Vamo' batendo caco, chê, que tá lindo."

A noite quente se debruça no floreio
Em devaneios é o olhar das querendonas
Um pandeirinho castigado lá no canto
Fazendo tranco pro compasso da cordeona

Cá nos meus braços, uma china se acomoda
Quem tá na roda, nas esporas, não se enlheia
Marcando o passo numa vanera baguala
Quase sem fala, cafungando ao pé da oreia'

Bota que bota, gaiteiro véio campeiro
Traca fincando com as garra' sem ter pena
Deixa comigo, nesse tranco, sou veiaco'
Batendo caco nas cadeira' da morena

Bota que bota, gaiteiro véio campeiro
Traca fincando com as garra' sem ter pena
Deixa comigo, nesse tranco, sou veiaco'
Batendo caco nas cadeira' da morena

"Vai choramingando."

No lusco-fusco do entreveiro, ninguém nota
Ela se bota de dentaço no neguinho
Toma cuidado, china véia que eu te ajeito
Cincho no peito e vou tapando de carinho

Prenda lindaça, dessas de juntar famílias
Vida tranquila pra quem vive de farrancho
É hoje mesmo que eu te faço uma proposta
E o que tu gosta tem de sobra no meu rancho

Bota que bota, gaiteiro véio campeiro
Traca fincando com as garra' sem ter pena
Deixa comigo, nesse tranco, sou veiaco'
Batendo caco nas cadeira' da morena

Bota que bota, gaiteiro véio campeiro
Traca fincando com as garra' sem ter pena
Deixa comigo, nesse tranco, sou veiaco'
Batendo caco nas cadeira' da morena

Letra: Paulo Ricardo Costa
Música: Jeferson Braz (Madruga)
Interpretação: Jeferson Buenavista Braz (Madruga)

Na Levada do Fole - Os Serranos

"Vai na levada do fole, loco' véio' "

Esse tranco me dá um treco, me arrepia e me escabela
É a vanera fandangueira que, na sala, é a mais bela
Balanço bueno demais que o gaiteiro atropela
Vai na levada do fole dando uma trégua pra véia'

Vai na levada do fole
Esse tranco é o fandangueiro
É a marca véia gaúcha
Do meu Rio Grande campeiro

Vai na levada do fole
Esse tranco é o fandangueiro
É a marca véia gaúcha
Do meu Rio Grande campeiro

"Vai lá, Hack."

E a peonada se esparrama até clarear o dia
Guardando o bueno momento de prazer e alegria
Pelos galpões da querência, a gaita se faz macia
Emponcha som e atavismo no tropéu de sinfonia

Vai na levada do fole
Esse tranco é o fandangueiro
É a marca véia gaúcha
Do meu Rio Grande campeiro

Vai na levada do fole
Esse tranco é o fandangueiro
É a marca véia gaúcha
Do meu Rio Grande campeiro

"Tá feito o carreto, loco' véio'."


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

TRANCO: Andadura lenta dos eguariços.

CHINA: Mulher mameluca (primeira companheira do gaúcho).

BOTA: Calçado com cano (curto, médio ou longo), feito de couro.

BUENO: Bom.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) "Vamo batendo caco, chê, que tá lindo." A noite quente se debruça no floreio Em devaneios é o olhar das querendonas

Parceiros