Letra da música
Tapado na Lã de Cabro
Mano Lima

CD De Pai Pra Filho (2017)


Esta música está disponível para ouvir

Sou tapado na lã de cabro
E trago a força do animal nativo
Nas patas do meu cavalo
Só com a ponta da bota no estribo

Capão da roça, capão do meio
E o pau ferro, madeira de lei
Lá no fundo da marca grande
Do capão feio, foi que eu me criei

Capão da roça, capão do meio
E o pau ferro, madeira de lei
Lá no fundo da marca grande
Do capão feio, foi que eu me criei

Mais triste que o urutau
Mas este cantor missioneiro
Que berra igual um touro
Mas tem alma de tambeiro

Capão da roça, capão do meio
E o pau ferro, madeira de lei
Lá no fundo da marca grande
Do capão feio, foi que eu me criei

Capão da roça, capão do meio
E o pau ferro, madeira de lei
Lá no fundo da marca grande
Do capão feio, foi que eu me criei

Lá no fundo da invernada
Afia a aspa o franqueiro
Com a voz acabernada
Vai cantando este troveiro

Capão da roça, capão do meio
E o pau ferro, madeira de lei
Lá no fundo da marca grande
Do capão feio, foi que eu me criei

Capão da roça, capão do meio
E o pau ferro, madeira de lei
Lá no fundo da marca grande
Do capão feio, foi que eu me criei

Letra: Mano Lima
Música: Mano Lima
Interpretação: Mano Lima


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

BOTA: Calçado com cano (curto, médio ou longo), feito de couro.

CAPÃO: Tem dois sentidos: pode ser um bosque e também pode ser um animal macho castrado (sem os testículos).

ASPA: Chifre (guampa)

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Sou tapado na lã de cabro E trago a força do animal nativo Nas patas do meu cavalo Só com a ponta da bota no estribo
De Pai Pra Filho de Mano Lima

Com uma trajetória de sucesso Mano Lima em seu CD De Pai Pra Filho, lançado em 2017, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Mano Lima.

Parceiros