Letra da música
Quando Sopra o Minuano
Cesar Oliveira e Rogério Melo

CD Cancioneiro Vol. 1 (2014)


Esta música está disponível para ouvir

Minuano tá soprando, assobiando nesta noite
Troperiando seus fantasmas, troperiando
E as almas vão passando cavalgando redomões
Fantasmas do passado no tropel das tradições Bis

(Levanta gaúcho, todos precisam andar
Minuano está chamando e o Rio Grande precisa escutar)

Venham comigo voar com o minuano
Na galopada destas almas pêlo duro
Neste tropel em que se unem gerações
E as velhas tradições dão o rumo do futuro

E o minuano vai correndo doidamente
E o próprio frio aquece o coração da gente
E o coração todo abre e se expande
Pra que entre em nosso sangue
O próprio sangue do Rio Grande


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

MINUANO: Vento predominante frio e seco, que sopra do quadrante SW (Alegrete, Uruguaiana, Quaraí, Barra do Quaraí) - donde habitavam os nativos (índios) denominados Minuanos (por essa razão), que se tornaram hábeis campeiros (laçadores e boleadores).

PÊLO: Pelagem (cor dos pêlos) de animais.

PRÓPRIO: Estafeta que leva algo a outrem.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Minuano tá soprando, assobiando nesta noite Troperiando seus fantasmas, troperiando E as almas vão passando cavalgando redomões Fantasmas do passado no tropel das tradições Bis
Cancioneiro Vol. 1 de Cesar Oliveira e Rogério Melo

Com uma trajetória de sucesso Cesar Oliveira e Rogério Melo em seu CD Cancioneiro Vol. 1, lançado em 2014, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Cesar Oliveira e Rogério Melo.

Parceiros