Letra da música
Bailinho Bom
Moraezinho

CD Cuiudo Ponto Com (2003)


Eu hoje me recordei lá da fazenda do angico
Num rancho de pau a pique era o Baile do Tio Tavico
Pra segurança do baile levou seu mano Badico
De vez em quando ele gritava dança pobre e dança rico
Mas hoje eu quero respeito no baile do Tio Tavico.

Ai, que bailinho bom, que bailinho coisa boa
É nesse baile de campanha que a gente arruma patroa.

E o gaiteiro deste baile era o Adão cara de mico
Não tocava quase nada ia só na base do bico
E pra quem não entendeu cantando agora eu explico
Não tocava sem beber, quando bebia não tocava
Só ia na base do ronco até que o dia clareava.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

FAZENDA: Estabelecimento rural com uma área entre 10 e 50 quadras de sesmaria de campo (ou 871 até 4.356 hectares), dividida em invernadas (cria, bois, vacas de invernar, etc.).

RANCHO: Primeira habitação erguida no Continente de São Pedro, edificada com material que abundava no local (leiva, torrão, pedra ou pau-a-pique e barreado), coberto com quincha.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Eu hoje me recordei lá da fazenda do angico Num rancho de pau a pique era o Baile do Tio Tavico Pra segurança do baile levou seu mano Badico De vez em quando ele gritava dança pobre e dança rico
Cuiudo Ponto Com de Moraezinho

Com uma trajetória de sucesso Moraezinho em seu CD Cuiudo Ponto Com, lançado em 2003, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Moraezinho.

Parceiros