Letra da música
Bailongo
Xiru Missioneiro

CD Pampa Brasino - CD Duplo (2002)


Xiru Missioneiro

Dê-le gaiteiro. dê-le boca pra essa gaita
Que o baile veio prende fogo sem demora
É só da boca pra essa cordeona paisana
Que arranca fogo dos tinido das espora
Surungo véio desses de arrancá parede
Vai que nem rede pelo balanço que vai
Gaiteiro véio atuscado na oito soco
Que arranca toco nas barrancas do Uruguai

Dê-le gaiteiro, dê-le, dê-le, dê-le
Dê-le grito, dê-le trago e terere
Que o namoro veio prende fogo pelos canto
E o bailongo costeiro vai até o amanhecer
Dê-le, dê-le, dê-le

De quando em vez algum paisano nas tequila
Abre a garganta rasgando um sapucai
Que até a lua se emociona e bate palma
No aguapé nas barrancas do Uruguai
E los te poy igualito floriadito de las guayna
Encantador como a flor de juruque
Parece até que o satanás amarrou minhas pata
Numa chamarra e quando baila um chamamé

Contribuição: Nelson de Campos


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

XIRU: índio ou caboclo. Na língua tupi quer dizer "meu companheiro"

PAISANO: Natural do mesmo país.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Xiru Missioneiro Dê-le gaiteiro. dê-le boca pra essa gaita Que o baile veio prende fogo sem demora

Parceiros