Letra da música
Baile das Verduras
Velho Milongueiro

CD Gaúcho Malandro (1999)


Inventaram um grande baile na salão da dona horta
Contrataram o melão pra ser cuidador da porta –
Convidaram a manjerona, que disse: não vou nem morta
Com ciúme da cenoura, falou pra ela: - como é torta.

Que baile bom
Nunca vi festa mais pura
No salão da dona horta
Era só fruta e verdura.

A beterraba faceira de vestido colorido
Falava pra couve-flor: - vou tomar o seu marido,
E a couve enciumada falou num gesto atrevido,
Tu não come meu repolho nem trocando de vestido.

Foi chegando o lho macho com seu cheirinho nojento
Disse a salsa: toma um banho, desse jeito não te agüento
O pepino tava duro, mas fez um vale com o coentro
E a banana sem vergonha foi resvalando pra dentro.

A dona vagem gritou: - sai daqui seu vagabundo
E a pimenta já correu e avisou todo mundo –
As batatinhas encostaram em menos de dois segundo
Porque o nabo estava entrando lá pela porta dos fundos.

O tomate e a cebola, dupla boa e afinada
O gaiteiro rabanete, tocava dando risada –
Mas o baile terminou numa peleia danada
Só por causa que a mandioca entrou sem ser convidada.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

TAVA: O osso do jogo-do-osso.

PELEIA: Contenda, disputa, combate, luta, batalha.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Inventaram um grande baile na salão da dona horta contrataram o melão pra ser cuidador da porta – convidaram a manjerona, que disse: não vou nem morta com ciúme da cenoura, falou pra ela: - como é torta.que baile bom nunca vi festa mais pura no salão da dona horta era só fruta e verdura. a beterraba faceira de vestido colorido falava pra couve-flor: - vou tomar o seu marido, e a couve enciumada falou num gesto atrevido, tu não come meu repolho nem trocando de vestido.foi chegando o lho macho com seu cheirinho nojento disse a salsa: toma um banho, desse jeito não te agüento o pepino tava duro, mas fez um vale com o coentro e a banana sem vergonha foi resvalando pra dentro.a dona vagem gritou: - sai daqui seu vagabundo e a pimenta já correu e avisou todo mundo – as batatinhas encostaram em menos de dois segundoporque o nabo estava entrando lá pela porta dos fundos. o tomate e a cebola, dupla boa e afinada o gaiteiro rabanete, tocava dando risada – mas o baile terminou numa peleia danada só por causa que a mandioca entrou sem ser convidada.
Gaúcho Malandro de Velho Milongueiro

Com uma trajetória de sucesso Velho Milongueiro em seu CD Gaúcho Malandro, lançado em 1999, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Velho Milongueiro.

Parceiros