Letra da música
De Sangue Catarinense
Os Tiranos

CD 10 Anos Estampa da Tradição (2000)


Hoje amanheci faceiro
E vou gauderiar um pouco
Para quem trabalha muito
Sempre vai sobrar uns trocos
Quero laçar nos praianos
E no fandango dançar
E depois molhar os pés
Nas águas mornas do mar.

Me agrada a vida de campo
Cavalo e berro de gado
E também todo o encanto
Das praias do meu estado
Agradeço ao patrão velho
Por me dar esses pertences
Deter alma gauchesca
E sangue catarinense

Eu sou filho de açorianos
Mas me criei de bombacha
Onde tiver cantoria
Qualquer vivente me acha
Plantei pinhão no planalto
Quebrei geadas na serra
Catarina é só ternura
E anita é clarin de guerra.

Repontando a integração
E os rio grandenses costumes
Hoje sou mais um peão
Da tradição que nos une
Lá da pujança d'oeste
Ás enseadas costeiras
Catarinense é um orgulho
Da terra sul brasileira


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

FANDANGO: Denominação genérica do Baile Gaúcho.

PATRÃO: A maior autoridade de uma Estância, Fazenda ou CTG.

VIVENTE: Indivíduo, criatura, pessoa.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) hoje amanheci faceiro e vou gauderiar um pouco para quem trabalha muito sempre vai sobrar uns trocos
10 Anos Estampa da Tradição de Os Tiranos

Com uma trajetória de sucesso Os Tiranos em seu CD 10 Anos Estampa da Tradição, lançado em 2000, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Os Tiranos.

Parceiros