Letra da música
Marco da Tradição
Os Monarcas

DVD Ao Vivo 40 Anos (2012)


Vamos gauchada firme nos tranco
Num fundão de campo á fole de gaita
Os tauras campeiros vão bombeando o porte
Tenteando a sorte na veia de um a taita.
Chinocas altivas vão entreveradas
Com a madrugada mesclada ao floreio
O que mais arrima a peonada xucra
É ver as gauchas em meio ao sarandeio.

Surungo gaudério há anos curtido
Velho chão batido pai desta querência
Galopando almas de raiz campeira
Trilha fandangueira de uma consciência.

No poncho da noite me sinto um monarca
Falquejando a marca que o gaiteiro toca
Num fandango bueno dou mostra do couro
Com o meu tesouro aromando chinoca.
A vida me deu cinco coisas belas
A doce donzela e o meu chimarrão
E um trago de pura e um bochincho guapo
Cerrando este marco com a tradição.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

GAUDÉRIO: Vivente aventureiro que chegou na Pampa, vindo do Brasil-central; não tinha profissão definida, nem morada certa e não se amarrava ao coração de uma só mulher

PONCHO: Pilcha, espécie de capa sem abertura e de gola redonda que abriga do frio.

FANDANGO: Denominação genérica do Baile Gaúcho.

BUENO: Bom.

BOCHINCHO: Briga feia, festa informal

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Vamos gauchada firme nos tranco Num fundão de campo á fole de gaita Os tauras campeiros vão bombeando o porte Tenteando a sorte na veia de um a taita.

Parceiros