Letra da música
Rio Grande Tchê
Os Monarcas

DVD Ao Vivo 40 Anos (2012)


(Esse é meu Rio Grande tchê,
Esse é meu Rio Grande tchê,
O lugar onde eu nasci,
Aonde eu vivi, e quero morrer.

Esse é meu Rio Grande tchê (tchê)
Esse é meu Rio Grande tchê (tchê, tchê, tchê)
O lugar onde eu nasci, aonde vivi, e quero morrer.)

Com o seu permisso, eu saco sombreiro.
Boleio a perna e dou o de casa.
Sou do Rio Grande e digo com orgulho,
Eu sou peão nessa terra amada,
E quem nasceu na nossa querência.
Tem a vivencia dessa tradição,
De madrugada quando canta o galo,
Traz o cavalo e faz o chimarrão,
De solo a solo, o que vier eu faço,
O velho o laço trago desatado,
E no domingo eu ato meu pingo,
Na casa da prenda que todo meu pago.

(Esse é meu Rio Grande tchê,
Esse é meu Rio Grande tchê,
O lugar onde eu nasci,
Aonde eu vivi, e quero morrer.

Esse é meu Rio Grande tchê (tchê)
Esse é meu Rio Grande tchê (tchê, tchê, tchê)
O lugar onde eu nasci, aonde vivi, e quero morrer.)

Bombacha larga, lenço no pescoço,
Sempre disposto , eu ando prevenido,
Espora e mango para um gineteada,
E uma prateada para enfrentar o perigo,
Uma fivela que de prata e ouro,
Que foi herança do meu velho pai,
Um tirador de couro de pardo,
Que traz bordado suas iniciais,
Que quando alteia o pavilhão sagrado,
Eu canto o hino de chapéu na mão.
Honrando a história do meu bisavô
Que morreu peleando pelo nosso chão.

(Esse é meu Rio Grande tchê,
Esse é meu Rio Grande tchê,
O lugar onde eu nasci,
Aonde eu vivi, e quero morrer.

Esse é meu Rio Grande tchê (tchê)
Esse é meu Rio Grande tchê (tchê, tchê, tchê)
O lugar onde eu nasci, aonde vivi, e quero morrer.)


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

PEÃO: Operário de estabelecimento rural ou associado de entidade tradicionalista.

LAÇO: Apero (acessório) trançado de couro cru, composto de argola, ilhapa, corpo e presilha.

PRENDA: Jóia, relíquia, presente (dádiva) de valor; em sentido figurado, é a moça gaúcha porque ela é jóia do gaúcho.

CHIMANGO: Ave rapinídea; alcunha dada em 1915, aos Borgistas (usuários do lenço branco com nó comum).

TIRADOR: Avental de couro; pilcha exclusiva de serviço.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) (Esse é meu Rio Grande tchê, Esse é meu Rio Grande tchê, O lugar onde eu nasci, Aonde eu vivi, e quero morrer.

Parceiros