Letra da música
A Terra Não Me Deixou
Antonio Gringo

CD Canto Chamamecero (2009)


(Antonio Gringo)

Quando perguntam minha procedência
De um pago tão lindo respondo que vim
E esta terra que é minha querência
Guardo com carinho aqui dentro de mim
E quando a saudade chega de mansinho
E as minhas lembranças me fazem voltar
O meu pensamento percorre caminhos
Que um dia cruzei e não vou mais passar

É esse atavismo que sempre carrego
E faz entender melhor que eu sou
Agora eu sei que deixei a terra
Mas a terra nunca me deixou

Nas lutas da vida corremos o mundo
Buscando razões que nos façam felizes
E junto levamos esse amor profundo
À terra que um dia foi berço e raízes
Tomara que eu sempre mantenha a consciência
Zelar por valores que são culturais
Sem nunca perder os rumos da querência
Alicerçado nos meus ideais

E esse atavismo que sempre carrego
Irá comigo até chegar meu fim
Porque um dia eu saí da terra
Mas a terra não saiu de mim

Atavismo: Herança, legado deixado pelos ancestrais

Compartilhe

(letra e música para ouvir) (Antonio Gringo) Quando perguntam minha procedência De um pago tão lindo respondo que vim
Canto Chamamecero de Antonio Gringo

Com uma trajetória de sucesso Antonio Gringo em seu CD Canto Chamamecero, lançado em 2009, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Antonio Gringo.

Parceiros