Letra da música
Apuros de Peão
Os Mirins

LP Fandango dos Mirins (1988)


Eu vou sair hoje, bem cedo de casa
Pra visitar o comércio lá do povo
Quero comprar alguma coisa que em falte
Um bombacha, um par de bota e um chapéu novo.
Trabalhei neste mês que se passou
Domando potros e consertando o alambrado,
Guardei uns pilas, prá trazer tudo na bucha,
Por que um peão não pode mais comprar fiado.

Está danado do jeito que a coisa vai
Se ganha pouco e não se foge do apuro -
Comprando à vista não se compra quase nada
E no fiado não dá pra pagar o juro.

Conforme, a coisa me sobrar alguns trocados
Vou no barbeiro dar um jeito na gadeia -
Fazer a barba pra ficar mais ajeitado,
Por que um homem relaxado é coisa feia.
Além do mais hoje a noite tem fandango
E o ctg está todo enfeitado
Neste entreveiro pode dar algum cambicho
E eu gosto de estar sempre bem preparado!


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

POVO: Vila, distrito.

BOTA: Calçado com cano (curto, médio ou longo), feito de couro.

PEÃO: Operário de estabelecimento rural ou associado de entidade tradicionalista.

FANDANGO: Denominação genérica do Baile Gaúcho.

CAMBICHO: Apego ou paixão por uma china, ou por um peão.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Eu vou sair hoje, bem cedo de casa Pra visitar o comércio lá do povo Quero comprar alguma coisa que em falte Um bombacha, um par de bota e um chapéu novo.

Parceiros