Letra da música
Semente
Leonardo

LP Leonardo - Bagual de Chácara (1982)


Me deram um naco de campo
Pra plantar minha semente -
Só plante na lua nova
Germinando na crescente.
O meu pai fez serenata
Minha mãe disse que sim
Por isso que só existe
Poesia dentro de mim!

Sou cacimba de águas claras
Vertente que nunca seca
Me criei rolando o mundo
Sempre levado da breca.
Poesia, china e cantiga
Me arrastam pra qualquer lado
Cordeona chora comigo
Quando canto apaixonado.

Sou bugio, xote e vaneiras
Dançando no chão batido -
Sou cordeona de oito baixos
Resmungando num gemido.
Sou cantor das noites xucras
Junto de um fogo de chão
Sou o pouco que ainda resta
Do rio grande a tradição.

Por isso eu quero um pedaço
Na história desta querência -
Para os cantador do futuro
Conhecerem a minha essência.
Do homem a vida esquece
Mas há o poeta verdadeiro
Que é sempre relembrado
No calor de um braseiro.


Algumas palavras contidas nesta letra estão em nosso dicionário de gauchês

NACO: Pedaço (de fumo em corda ou de carne).

CACIMBA: Fonte de água potável já devidamente preparada com tampa.

CHINA: Mulher mameluca (primeira companheira do gaúcho).

QUERÊNCIA: Lugar onde se gosta de viver; se quer viver; lugar do bem-querer.

Compartilhe

(letra e música para ouvir) Me deram um naco de campo Pra plantar minha semente - Só plante na lua nova Germinando na crescente.
Leonardo - Bagual de Chácara de Leonardo

Com uma trajetória de sucesso Leonardo em seu LP Leonardo - Bagual de Chácara, lançado em 1982, reporta ao público músicas que reforçam a grandeza e o orgulho pela tradição de cultuar o que é do Sul. Acompanhe e divulgue a música do RS ao som de Leonardo.

Parceiros